Murici | AL
28° máx / 21° min
Muito nublado

notícias / alagoas

Compartilhe
Por Cada Minuto     |     28.09.2017 - 12H02
Novos "pardais" começam a funcionar neste sábado (30), em Maceió

Novos "pardais" começam a funcionar neste sábado (30), em Maceió

Por Bruno Levy


Os novos pardais eletrônicos que foram instalados em diversos pontos de Maceió já começam a funcionar a partir deste sábado, 30. Ao total, foram colocados treze novos equipamentos visando diminuir o número de acidentes na Capital.

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Smtt) confirmou a informação no final de julho. Serão 23 pardais ao total que contabilizam os limites de velocidade entre 40 km/h, 50 km/h e 60 km/h. Durante este período, os equipamentos passaram por avaliações de testes e não apresentaram nenhum problema.

Confira os novos trechos:

– Avenida Menino Marcelo (cruzamentos com os conjuntos José Tenório e Henrique Equelman)

Velocidade máxima: 60 km/h (nos dois sentidos de direção)

Fiscalização de avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestre;

– Avenida Rotary (em frente ao Condomínio Recanto da Rotary)

Velocidade máxima: 40 km/h (lombada eletrônica nos dois sentidos de direção);

– Avenida Josefa de Melo (próximo ao Parque Shopping Maceió)

Velocidade máxima: 60 km/h;

– Avenida Muniz Falcão (em frente à FAT)

Velocidade máxima: 60 km/h

Fiscalização de avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestre;

– Avenida Assis Chateaubriand (entre as residências de n° 190 e 265/próximo ao emissário submarino)

Velocidade máxima: 40 km/h (lombada eletrônica nos dois sentidos de direção);

– Avenida Assis Chateaubriand (na entrada do Pontal da Barra)

Velocidade máxima: 60 km/h

Fiscalização de avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestre;

– Avenida Silvio Vianna (entre as barracas Lopana e Kanoa)

Velocidade máxima: 50 km/h;

– Rua Empresarial Jorge Montenegro Barros (em frente à Casa Dom Bosco)

Velocidade máxima: 40 km/h (lombada eletrônica nos dois sentidos);

– Avenida Durval de Góes Monteiro (em frente à Dona Valmira)

Velocidade máxima: 60 km/h (sentido Tabuleiro);

– Avenida Governador Afrânio Lages (próximo ao Residencial Vale do Sol)

Velocidade máxima: 40 km/h (lombada eletrônica sentido Mercado);

– Rua do Comércio (faixa exclusiva para ônibus);

– Rua do Imperador (cruzamento com a Rua Barão de Atalaia, Centro)

Velocidade máxima: 40 km/h

Fiscalização de avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestre;

– Rua Barão de Atalaia (cruzamento com a Rua do Imperador)

Velocidade máxima: 40 km/h

Fiscalização de avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestre;

– Rua Melo Moraes (cruzamento com a Rua do Sol)

Velocidade máxima: 40 km/h

Fiscalização de avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestre;

– Rua do Sol (cruzamento com a Rua Melo Moraes)

Velocidade máxima: 40 km/h

Fiscalização de avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestre.

 

Veja os pontos onde já funciona a fiscalização eletrônica:

Velocidade máxima permitida de 60 km/h :

– Avenida Governador Afrânio Lages (próximo ao acesso do Buganvillia)

– Avenida Durval de Góes Monteiro (em frente à Ultragaz e à M. Dias Branco)

– Avenida Menino Marcelo (próximo ao Animakids e ao Residencial Tabuleiro).

Fiscalização eletrônica com velocidade máxima de 60 km/h: (atenção também para o avanço de sinal vermelho e parada sobre a faixa de pedestres):

– Cruzamento da Avenida Fernandes Lima com a Avenida Rotary

– Avenida Fernandes Lima com a Rua Abelardo Pontes Lima (próximo ao Hiper Bompreço)

– Avenida Fernandes Lima com as Ruas Desembargador Tenório e Professor Guedes de Miranda (próximo à Casa das Carnes)

– Avenida Durval de Góes Monteiro até a Avenida Senador Galba Novaes de Castro (próximo ao supermercado Makro Atacadista).

Velocidade máxima permitida de 50 km

– Cruzamento da Av. Álvaro Otacílio com a Rua Eng. Mário de Gusmão

Todos os equipamentos foram sinalizados, com placas a 200 e 100 metros de distância antes da fiscalização de velocidade.

Diminuição de acidentes

No fim de agosto, a SMTT divulgou um levantamento que revelou a diminuição de 53% no número de acidentes de trânsito nos locais onde há a fiscalização eletrônica no primeiro semestre deste ano em comparação mesmo período de 2016.

Foram 143 acidentes registrados em avenidas de grande movimento no período de janeiro a junho deste ano, e 309 no mesmo período de 2016 nos mesmos locais onde na época não funcionava a fiscalização eletrônica.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), por meio do estudo global publicado mundialmente e intitulado “Gestão da Velocidade: Um Manual de Segurança Viária para Gestores e Profissionais da Área”, desde 2008 recomenda o uso de dispositivos eletrônicos para aumentar a segurança viária e reduzir acidentes. 

O mesmo estudo – referência para a construção de políticas e ações no trânsito em mais de 190 países – reforça a importância da fiscalização eletrônica para a mudança de comportamento dos condutores e para mais segurança no trânsito. 


Foto: SECOM Maceió