Foto: Douglas AraújoE828df5e f674 4539 8d3f b74c46823681

O futebol é cheio de surpresas, mas na tarde deste domingo (25) no Estádio Rei Pelé, nada de novidades. O CRB que já tinha vantagem por ter vencido o primeiro jogo, não deu chances ao Coruripe, venceu por 2 a 0 e garantiu vaga na decisão do estadual, na qual vai buscar o tetracampeonato, novamente diante do maior rival, o CSA.

O Campeonato Alagoano será decidido com dois “Clássico das Multidões” entre CRB e CSA, nos próximos dois finais de semana, no “Trapichão”.

O jogo

Favorito e com vantagem na partida, o CRB começou o jogo buscando o ataque, mas também encontrou pela frente um Coruripe que iria tentar surpreender e buscar a classificação dentro do Rei Pelé.

A primeira chance de perigo veio com o CRB. Aos 20 minutos, Feijão ganhou no meio de campo e deixou Edson Ratinho na boa para entrar na área, mas o meia acabou travado no momento da finalização.

Foto: Douglas Araújo

 

Quem achou que o CRB dominaria fácil o jogo, se enganou. A primeira chance do “Hulk” veio com Bahia, que chutou de fora da área e exigiu boa defesa do goleiro João Carlos.  Minutos depois, Matheus bateu falta com força, a bola desviou na barreira e por muito pouco não para no gol.

Na reta final do primeiro tempo, Renato fez grande jogada para o Coruripe e tocou para Bahia, que se livrou da marcação e mandou muito perto do gol regatiano. O time do litoral sul alagoano pressionou, criou, mas não marcou e acabou castigado, em jogada polêmica.

Em dois lances, o defensor Paulo Oliveira trombou com Edson Ratinho dentro da área e a bola sobrou para Rafael Bastos, que acabou empurrado pelo mesmo jogador, em cima da linha. O árbitro José Reinaldo Figueiredo assinalou o pênalti. Aos 47 minutos, Neto Baiano bateu e abriu o placar, no final do primeiro tempo.

Na volta para o segundo tempo, a situação era ainda mais complicada para o Coruripe, que precisava marcar três gols. O CRB por sua vez, administrava a partida e ainda partia para cima do rival. Na primeira chance da segunda etapa, bola na área e Anderson Conceição cabeceou, quase marcando o segundo do “Galo”.

A situação ficaria ainda mais difícil para o Coruripe. Jair Amaral levantou o pé mais do que devia, recebeu o amarelo e acabou expulso. Mesmo assim, o “Hulk” seguiu buscando o ataque, mas sem organização e assim, ficava mais distante de chegar ao empate.

Foto: Douglas Araújo

 

As duas equipes se movimentavam bem em campo, mas o CRB era quem tinha o domínio e assim, parecia ter o jogo nas mãos. As substituições ajudavam o “Galo” e fazer praticamente um treino preparatório para a decisão.

Aos 37 minutos, o CRB resolveu definir a partida. Edson Ratinho fez boa jogada e lançou Neto Baiano. O atacante dominou e bateu forte, marcando o segundo dele e do CRB na partida. Final de jogo no Estádio Rei Pelé, CRB 2 x 0 Coruripe.