Murici | AL
29° máx / 21° min
Um ou dois aguaceiros breves

notícias / esportes

Compartilhe
Por UOL Esporte     |     28.09.2018 - 11H01
De 14 mata-matas decididos em casa, Cruzeiro de Mano venceu todos

De 14 mata-matas decididos em casa, Cruzeiro de Mano venceu todos

Enrico Bruno
Do UOL, em Belo Horizonte 27/09/2018 - 04h00

 Foto: Pedro Vilela/Getty Images

O histórico de time 'copeiro' do Cruzeiro aliado ao fator casa e à filosofia de Mano Menezes tem dado certo até aqui. Classificado para a final depois de empatar por 1 a 1 com o Palmeiras, no Mineirão, o clube comprovou, mais uma vez, que não vacila quando precisa decidir em casa. Desde que assumiu o time, Mano Menezes já enfrentou 14 duelos de mata-matas decididos no Mineirão. Quando isso aconteceu, seus comandados venceram todos.

Na primeira passagem de Mano pelo Cruzeiro, o treinador teve como principal objetivo afastar o time do rebaixamento inédito do Brasileiro em 2015. No ano seguinte, teve a oportunidade de comandar o time já na Copa do Brasil. Decidindo em casa, eliminou o Botafogo e o Corinthians, mas caiu para o Grêmio, fazendo o segundo jogo em Porto Alegre.

Em 2017, Mano comandou o Cruzeiro desde o início até o fim do ano. Pentacampeão da Copa do Brasil, o clube decidiu cinco partidas em casa, saindo com a classificação em todas: Murici-AL, São Paulo, Palmeiras, Grêmio e Flamengo. Antes disso, também levou a melhor contra o América-MG, na semifinal do estadual.

Na atual temporada, o Cruzeiro também sempre levou a melhor em duelos classificatórios com o segundo jogo em BH. A começar pela final do Mineiro, passando pelo Tupi na semifinal e sagrando-se campeão contra o maior rival. Derrotado por 3 a 1 na ida, jogada no Horto, venceu por 2 a 0 na volta, garantindo o título. Pela Libertadores, decidiu em casa contra o Flamengo e eliminou os cariocas. Fechando a conta, pela Copa do Brasil, fez o segundo jogo no Mineirão diante do Atlético-PR, Santos e Palmeiras.

Ao eliminar o Palmeiras, o Cruzeiro também se igualou ao Grêmio como equipe com mais finais disputadas da Copa do Brasil. Finalista com o Corinthians, a equipe celeste vai para sua oitava decisão de Copa do Brasil. Além de poder sagrar-se hexacampeão, um provável título deixará o clube isolado como recordista e maior vencedor do torneio.