Murici | AL
29° máx / 21° min
Um ou dois aguaceiros breves

notícias / murici

Compartilhe
06.11.2019 - 17H05
Filho da terra e poeta, muriciense Dr.Diógenes Tenório Jr. lança livro na 9° Bienal

Filho da terra e poeta, muriciense Dr. Diógenes Tenório Jr. lança livro na 9° Bienal



Em suas obras, o escritor transpira  sentimentalismo arraigado por Murici



Por Vera Iolanda Guimarães


O cenário ( retratado pela  muriciense Ana Karenina ) batiza com as águas do rio onde o escritor e poeta Diógenes Tenónio Júnior encontra significativa inspiração, a capa do seu 9° título literário, que será lançado no próximo sábado (09 ), coincidentemente , na 9°. Bienal do Livro em Maceió.

A imagem de capa,  clicada a partir da ponte sobre o Rio Mundaú ( nas águas do rio , deslizam os sonhos e emoções  dos habitantes ribeirinhos, entre tantos , o poeta Diógenes Tenório Jr. , que à revelia de sua saudosa mãe , dona Lenira , igual a toda meninada , jogou nestas águas suas estrepolias de infância ) ,  ilustra o ambiente bucólico onde o autor cresceu. A ponte , o rio , o canavial , os fundos da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Graça, eram o seu quintal.

A contracapa traz à luz, a síntese da mensagem do autor, quando observada por almas sensíveis às mais profundas reflexões. O texto citado é de Carlos Méro ( Academia Alagoana de Letras ).

Já nos comentários do poeta alagoano Sidney Wanderley, a obra de Diógenes Tenório aponta para a capacidade extraordinária do autor em conferir altos valores sentimentais a fatos corriqueiros e vivências cotidianas, este, um dom  inerente a poetas, seres que 'enxergam' a vida por um ângulo de profundidade da alma.

Partindo da poesia, onde navega com tranquilidade e destreza para a crônica e a prosa, o autor inseriu em seu novo livro ( o nono, nona bienal, no nono dia do mês de novembro ) , sessenta crônicas publicadas semanalmente no jornal Gazeta de Alagoas entre os anos de 2014 a 2017.

Ao perguntar a opinião pessoal do autor sobre a obra, Diógenes Tenório Jr. me respondeu : É meu  reconhecimento e gratidão a Murici e a tudo o que a cidade me deu . Como já fiz na minha poesia, estou fazendo agora na prosa, na crônica, resgatando pessoas , fatos. Esse é o primeiro ( virão outros, seguramente  ) esse é o primeiro a fazer esse resgate .

Diógenes Tenório Júnior, alagoano de Murici, é advogado, poeta e escritor. Membro da Academia Alagoana de Letras e do Intituto Histórico e Geográfico de Alagoas, dentre outras instituições congêneres, compilou neste livro - o nono que oferta aos seus leitores - 60 das crônicas que fez publicar semanalmente no Jornal Gazeta de Alagoas, entre os anos de 2014 e 2017.


Obras de Diógenes Tenório Júnior

História :

Murici - Sergasa - ( agraciada com o Prêmio Costa Rêgo de Ensaio Histórico da Academia Alagoana de Letras ) .

Poesia:

O Clamor das Pedras - HD Livros - Maceió, 1997;  2° edição,  2002 ( agraciada com o prêmio Gustavo Paiva de Poesia , da Academia Alagoana de Letras )

Mar sem Porto - Edições Catavento , Maceió , 2003.

Manhã de Maio - Viva Editora , Maceió, 2013. 2° edição , Imprensa Oficial Graciliano Ramos , Maceió, 2014.

Biografia:

O Poeta da Saudade: Tito de Barros - Vida e Obra. Edições Catavento , Maceió, 2002.( agraciada com o Prêmio Romeu de Avelar de Ensaio, da Fundaçào Municipal de Ação Cultural )

Ib Gatto Falcão - Um Gigante das Alagoa6s. Editora Catavento , Maceió, 2007.

Infantil:

O Gatinho Luís e Seus Amiguinhos da Floresta. Edições Catavento , Maceió, 2002 . 2° edição, 2008.
Vovó do Céu. Editora Catavento, Maceió,  2009.


Crônica:

Crônicas da Alma Muriciense. CBA Editora, Maceió, 2019