Murici | AL
29° máx / 21° min
Um ou dois aguaceiros breves

notícias / murici

Compartilhe
25.03.2018 - 17H14
Regimes próprios de Previdência nos municípios são inviáveis

Regimes próprios de Previdência nos municípios são inviáveis

A constatação foi apresentada pelo vereador Anízio Amorim, o Anizão, durante o Congresso dos Vereadores do Rio Grande do Norte, que aconteceu nos dias 22 e 23 deste mês em Natal.

Convidado pela União dos Vereadores do Brasil e do Rio Grande do Norte para explicar aos participantes o funcionamento desta modalidade de previdência, Anizão disse que os regimes próprios dos municípios vão falir.

Falando durante 40 minutos no Hotel Quality para um auditório lotado de vereadores potiguares, o superintendente da UVB Nordeste esclareceu que o principal motivo para essa inviabilidade é a má gestão destas instituições, mas lembrou que outros fatores terminam também têm prejudicado a existência do sistema.

“Enquanto o Regime Geral tem várias fontes de financiamento, a Previdência Própria sobrevive apenas de duas. Além disso, não há teto limitando os valores pagos aos aposentados”, observa Anizão.

O alerta do vereador aos colegas teve o objetivo de mobilizá-los para a discussão em busca de alternativas que permitam aos servidores públicos terem suas aposentadorias preservadas.

Segundo Anizão, se não houver alteração nesse quadro, milhares de servidores aposentados vão ficar sem receber nada.